Metade do rosto puxando? Saiba mais sobre o espasmo hemifacial.

espasmo hemifacial, metade do rosto repuxando - neurocare.net.br

Esse é um problema relativamente comum em consultórios de neurologia. O paciente refere contrações espontâneas (involuntárias), geralmente indolores e intermitentes em metade do rosto. Pode começar em qualquer idade, mas é mais comum entre 40 e 55 anos de idade, principalmente em mulheres.O problema pode acometer, em algum grau, toda a musculatura de uma metade do rosto, desde a testa, passando pela musculatura ao redor do olho (fechando as pálpebras), até a musculatura da boca (entortando a rima labial para o lado acometido) . As contrações são rápidas (como choques), e podem ocorrem com qualquer frequência, geralmente de forma arrítmica.

A causa é variada, mas geralmente envolve alguma forma de compressão do nervo que faz a movimentação da face (chamado nervo facial, ou VII par craniano). Esse compressão pode ser em qualquer ponto do seu trajeto e por qualquer estrutura. Mas, o mais comum é uma compressão próxima do tronco cerebral por uma artéria, geralmente normal. Outras possibilidades são tumores que tocam o nervo, aneurismas (dilatações em artérias) ou mesmo espasmo sem compressões visíveis (chamamos de forma idiopática).

É fundamental o reconhecimento preciso da patologia por parte do médico para que seja feita uma investigação específica para esse tipo de compressão possível.

O tratamento possui 3 modalidades:

  • Medicamentos, que levam geralmente a um controle parcial dos sintomas;

  • Aplicação de toxina botulínica, que é bastante eficaz mas, precisa ser reaplicada a cada 4 a 6 meses;

  • Cirurgia, que visa separar o nervo do vaso ou do seu fator de compressão (medida também bastante efetiva).

A manutenção do sintoma gera muito desconforto dado todo aspecto estético e social relacionado à movimentação da face.

Importante: Não confundir o sintoma do espasmo hemifacial com aquelas contrações eventuais que ocorrem no canto do olho (que chamamos de mioquimia de pálpebra). Essas são decorrentes de cansaço físico ou mental, fases de ansiedade ou estresse, distúrbios de sono, etc.

Se você apresenta contrações involuntárias na face entre em contato conosco clicando aqui e marque já uma consulta!

POSTS EM DESTAQUE
RECENTES